Notícias

Img

Ofertado pela primeira vez no semestre 2022/2 da Universidade Brasil (UB), o curso “O Desenvolvimento na Primeira Infância”, criado pela Associação Nacional das Universidades Particulares (ANUP) e disponibilizado gratuitamente a instituições parceiras, foi cursado por 325 estudantes até o momento – número que surpreendeu a instituição.

Além da quantidade de matrículas, outro aspecto que chamou atenção foi a procura por alunos de outras áreas além da licenciatura: houve entre os inscritos graduandos em Biomedicina, Odontologia, Administração, Química e Engenharia Civil. 

De acordo com André Luis Dolencsko, coordenador acadêmico da instituição, o comportamento dos estudantes atesta a importância do tema. “Isso nos trouxe uma alegria muito grande por ser uma demonstração clara de que a Primeira Infância é um assunto relevante para eles”, comemora André. 

O curso, que é totalmente online, foi oferecido tanto aos alunos de graduação presencial quanto da modalidade a distância no ambiente de aprendizagem virtual da universidade. Lá na UB, a formação está sendo acompanhada por tutores das áreas de Educação Básica e Infantil. Assim que concluem as aulas, de imediato os estudantes recebem o certificado. “Nós fizemos a estruturação do conteúdo da mesma maneira que o curso nos foi disponibilizado”, explica André.

APRENDIZAGEM

A parceria entre a UB e a ANUP foi firmada no final do primeiro semestre deste ano e a implantação do curso ocorreu durante o intervalo entre os períodos letivos. A instituição divulgou a iniciativa em todos os canais possíveis, assim levando a novidade a todo o corpo discente.

Embora tenha sido ofertado, em um primeiro momento, exclusivamente aos estudantes, o acesso ao curso foi liberado também aos professores e funcionários da Universidade Brasil. Segundo o coordenador acadêmico, a Primeira Infância é uma causa defendida pela instituição, que a considera “extremamente importante”.

“O curso traz discussões importantes sobre essa fase da vida, que foi duramente prejudicada pela pandemia. Falar sobre a Primeira Infância, hoje, é necessário para que possamos resgatar tudo o que foi perdido, no processo de aprendizagem, pelas crianças. Retrocedemos em vários aspectos e eles precisam ser levados em consideração”, frisa André.

Nesse sentido, segundo o coordenador, o curso é relevante porque aborda questões legais, políticas e pedagógicas da Primeira Infância. Essa foi uma das razões consideradas para que a parceria entre a UB e a ANUP fosse firmada.

“O momento foi propício ainda por causa do aniversário de 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que precisa de muita atenção. Mais do que isso: as competências e habilidades necessárias para lidar com crianças na Primeira Infância não podem estar restritas aos profissionais da Educação, mas em todas as áreas do conhecimento”, pontua.

Diante da urgência do tema e do sucesso do curso, a UB decidiu ofertar o curso sobre Primeira Infância também durante as férias. “É preciso assegurar a pulverização e a ampliação dos conhecimentos sobre esse tema. Por isso, a iniciativa da ANUP em disponibilizar esse curso gratuitamente às Instituições de Ensino Superior é extremamente positiva”, elogia André.

CURSO

O curso “O Desenvolvimento na Primeira Infância” foi elaborado pela ANUP Social, frente de trabalho na área de responsabilidade social da ANUP, com o apoio da da Fundação Bernard van Leer e cooperação técnica da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal.

Durante a fase experimental do projeto, o conteúdo foi validado por mais de 50 mil pessoas, entre estudantes, professores e servidores públicos. Diante do sucesso da iniciativa, a ANUP decidiu oferecer o curso gratuitamente para Instituições de Ensino Superior (IES), órgãos públicos de governos estaduais e municiais, e empresas que desejem sensibilizar e capacitar estudantes e profissionais sobre o tema. 

O objetivo é que ele seja incorporado às plataformas de educação continuada ou aperfeiçoamento profissional e seja ofertado como curso de extensão, atividade complementar ou disciplina curricular na modalidade Educação a Distância (EaD).

 

Remodal